Curiosidades sobre o Cedro Rosado da Índia que você provavelmente não sabia

March 14, 2019

Como você provavelmente já sabe, o Brasil tem a maior área de floresta tropical do mundo. Além disso, nosso país tem tido muitas experiências bem-sucedidas quando o assunto é o plantio de espécies exóticas.

 

Prova disso é o Eucalipto, o Cedro Australiano, e uma espécie que ainda é praticamente desconhecida pelos brasileiros: o Cedro Indiano.

 

A introdução dessa espécie no país, ocorreu devido à necessidade de diversificar a madeira usada por diversas indústrias, sendo que os principais fatores considerados foram:

 

  • Rapidez de crescimento;

  • Integração com lavouras e pecuária;

  • Potencial de recuperação de áreas degradadas.

 

No Brasil, os primeiros testes com o Cedro Indiano aconteceram em 1991, em Foz do Iguaçu/PR, e apresentou crescimento superior ao ser comparado com testes de outros países.

 

Pioneira no cultivo de Cedro Indiano no Brasil, a Fazenda Vale do Cedro é hoje a principal produtora de do país. E para te aproximar dessa madeira que vem revolucionando a arquitetura de alto padrão em todo o território nacional, trouxemos para você 4 curiosidades sobre o Cedro Indiano que você provavelmente não sabia. Confira:

 

1. Origem
 

O Acrocarpus fraxinifolius, tem origem na Ásia Tropical, natural de países como o Nepal, Índia, Tailândia, sul da China e oeste da Indonésia. Ela é muito admirada em todo o mundo, e hoje em dia, é amplamente plantada nos países de origem e em países como o Brasil, Libéria, Nigéria, Ruanda, Burundi, Quênia, Uganda, Tanzânia, Malaui, Zâmbia, Zimbábue e Madagascar.

 

 

2. Outros nomes

 

Além do nome científico Acrocarpus fraxinifolius, o Cedro Indiano também é chamado em outros países de Cedro de Rosa, Árvore de Telha, Mundani, Acrocarpo e Cinza Indiana, Quênia Coffeeshade, Cedro Vermelho, Árvore de Seixos ou Lazcar. Este último nome os mexicanos deram em homenagem ao presidente Lazaro Cardenas, grande impulsor da cultura desta árvore asiática naquele país.

 

 

 

3. Uso na indústria

 

A madeira do Cedro Indiano é adequada para a construção de interiores, móveis, postes de vedação, colmeias, caixas, caixas de embalagem, instrumentos musicais, telhas, folheado e compensado. Ela também pode ser utilizada na fabricação de celulose e lenha para carvão.

 

 

4. Madeira

 

O cerne do Cedro Indiano é rosa pálido, vermelho vivo a marrom avermelhado com estrias mais escuras, distintamente demarcado do alburno amarelado pálido. O grão é de textura reta a ligeiramente entrelaçada, às vezes ondulada, grossa e plana.

A madeira é brilhante, fácil de serrar e trabalhar, especialmente quando está verde. O acabamento é muito bom e tem alto polimento e é moderadamente durável.

 

 

 

Neste artigo, você conheceu 4 curiosidades sobre o Cedro Indiano. Além de todas essas curiosidades incríveis que você conheceu, você também precisa saber que a Vale do Cedro aplica a técnica de termo tratamento, que aumenta a durabilidade, tonaliza a cor de acordo com o seu desejo, melhora o isolamento térmico da madeira, aumenta a estabilidade dimensional, utiliza produtos eco-amigáveis, que darão à madeira um aroma agradável e característico.

 

Você já conhece o Cedro Indiano? Conte para gente nos comentários!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Esses são os motivos ambientais pelos quais você deve usar Cedro Indiano no seu projeto

April 16, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social

©Copyright by Valedocedro @ 2015 | designed by JD INFO ONLINE